Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pensamentoss0ltos

Cada instante conta...!

Nunca sabemos quando tudo realmente acaba.

O beijo roubado que te fez voltar a suspirar para casa

ou cantando baixinho no autocarro pode ter sido o último.

Aquela noite de amor inesquecível talvez não se repita mais.

O abraço do amigo, a viagem a Cascais para ver o mar,

a brincadeira com o filhote, o jantar em família,

o serrão de leitura em frente á lareira, 

o passeio até ao parque para andar de bicicleta,

o banho na tão adorada piscina, o pedaço de bolo de Mármore com leitinho...

De uma hora para outra, aleatoriamente,

perdemos a chance de repetir os nossos melhores momentos,

e ficam apenas fragmentos, fantasmas guardados no que chamamos de memória.

Não dói a ausência. Dói isso que fica.

Esse processo penoso que chamamos de luto não é falta, é presença.

A cicatriz, a fractura, é esse vulto, essa imagem difusa que não nos deixa,

a permanência do que não existe mais.

Somos a soma dos nossos encontros durante a existência,

e alguns deles são feridas que nunca cicatrizam.

Só o que é intenso deixa marcas, só o inesquecível rasga a carne.

E não adianta fugir do outro, não adianta esconder-se.

A única alternativa viável para permanecer intacto é continuar em frente e viver.

Sendo assim manda-te de cabeça, caí, magoa-te e volta a erguer-te. 
E tem orgulho em cada uma dessas marcas.

signature.jpg
Na Blogosfera desde 05 Agosto 2014

  • Imagem de perfil

    Xana Ribeiro 20.08.2014

    Ainda que gostou :-)
    Obrigada pela visita
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.